Connect with us

JEC

Buscando a reabilitação, JEC visita o Operário neste domingo

Não será uma missão fácil. De um lado o Joinville, instável na temporada, com uma vitória nos últimos cinco jogos e lanterna da Série C. Do outro, o Operário, classificado à final do Campeonato Paranaense e com apenas uma derrota nas 13 partidas do ano. Porém, o futebol possui os seus caprichos. Neste clima, as duas equipes se enfrentam neste domingo, às 16h30, no estádio Germano Kruger. 

O JEC terá três novidades entre os titulares. Jonas, regularizado, será a opção na lateral direita, enquanto Breno assume a vaga na extrema. Além deles, Michel Schmoller também será titular no meio campo. No mais, o time mantém a base do 4-2-3-1, utilizado pelo técnico Matheus Costa (leia aqui), pressionado pelo momento irregular da equipe.

Se tivermos a mesma competitividade que os outros times da Série C, vamos trazer um bom resultado. Primeiro é entrar concentrado, não podemos iniciar o jogo já atrás no placar, nível de concentração tem que ser o mesmo no decorrer da partida. – Matheus Costa.

Com 13 partidas disputadas no ano, o Operário marcou gols em todos os jogos que disputou. Estabilizada e com um entrosamento invejável, a equipe do técnico Gerson Gusmão possui apenas uma dúvida: a utilização de Lucas Batatinha ou o ingresso de Xuxa. No mais, o Fantasma deve repetir o mesmo 4-3-3 que conquistou o acesso à primeira divisão do futebol paranaense (leia aqui).

Matheus Costa avalia as possibilidades do Joinville contra o Operário

Fala, professor! Em entrevista coletiva, o técnico Matheus Costa avaliou as possibilidades do Joinville no duelo contra o Operário. Assista no #EJ:

Publicado por EJ – Esporte Joinville em Sábado, 5 de maio de 2018

Ficha Técnica

Operário-PR x Joinville
Domingo, dia 6, às 16h30
Estádio Germano Kruger – Ponta Grossa/PR

  • Provável OFEC: Simao; Leo, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão, Índio, Cleyton; Robinho, Jean Carlo (Batatinha ou Xuxa) e Schumacher.
  • Provável JEC – Emerson; Jonas, Bruno Aguiar, Emerson Silva e Alex Ruan; Michel Schmoller e Pierre; Breno, Davi e Madson; Rafael Grampola.
  • Arbitragem: Ivan da Silva Guimarães, assistido por  Uesclei Regison Pereira dos Santos e Alexsandro Lira de Andrade, ambos também da Federação do Amazonas.

Texto: Gabriel Fronzi
Foto: Beto Lima/ JEC.com.br

Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Mais em JEC