Connect with us

Corrida de Rua

Frank Caldeira é o grande campeão da Corrida 62 BI de Joinville

Um grande evento marcou a comemoração do centenário do 62º Batalhão de Infantaria de Joinville neste domingo, 14 de outubro. Mais de 1,5 mil pessoas – entre corredores, caminhantes, militares e crianças – se reuniram para participar da Corrida 100 anos 62BI, que movimentou a quadra mais famosa da cidade, estendeu o percurso para as ruas centrais, incentivou a prática de esportes e abriu as portas do “Nosso Batalhão” à comunidade.
Os corredores começaram a chegar por volta das 6 horas e não se intimidaram com a garoa fina que deixou a manhã de primavera com cara de inverno. A prova começou com largada da caminhada, às 7 horas, seguida pela largada dos corredores de 5k e 10k. Antes disso, os atletas puderam assistir à apresentação da banda do Batalhão e se encantar com o aquecimento “sincronizado e cantado” dos soldados que se preparavam para participar do evento.

Corredores invadiram as ruas centrais de Joinville na manhã deste domingo (Foto: Fabrizio Motta)

  Anúncio

 

Com pouco mais de 17 minutos de prova, o primeiro colocado geral dos 5 km masculino cruzou a linha de chegada. Era o militar-atleta Fernando Alex Fernandes, 33 anos, que fechou a corrida com 17 minutos e 16 segundos. “A cidade é muito agradável. Além disso, o percurso é ideal e propício para a prática de esportes. A prova foi muito bem organizada e apesar da umidade correu tudo dentro do esperado. Estou feliz”, diz o campeão.
Depois dele, foi a vez de Marcelo Lima (00:18:52), Daniel Fernandes Rozzatti (00:19:53), Sérgio Alves de Sousa (00:20:11) e Israel Szczepanski (00:20:14) completarem o pódio. No feminino, as primeiras colocações dos 5k ficaram com Karin Galkoski (00:23:37), Valdiriene Peres Crisanto (00:24:27), Viviane Felippi Valcanaia (00:24:54), Suelen dos Santos (00:26:09) e Vanessa Ferreira Silva (00:27:20).
Na prova dos 10 km, o grande campeão foi o maratonista e ouro nos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007) Franck Caldeira (na foto da capa). Ele fechou o percurso em pouco menos de 31 minutos (00:30:49).
– De todos os meus 20 anos de profissão e das centenas de provas das quais participei, este foi um dos melhores percursos. Sem falar na segurança da prova e na escolta. A prova foi demais. Estou superfeliz com o resultado – comentou Franck, que está se preparando para representar o Exército Brasileiro pela última vez no Líbano, no dia 9 de novembro. Após essa prova ele receberá a baixa do Exército após oito anos de serviços prestados à Pátria.
A segunda colocação ficou com Edinilson Cardoso, o Cafu (00:34:36). Em seguida, completaram o pódio, Lucas Alves Andrade (00:36:21), Cristiano José Alexandrino (00:36:33) e Alisson Santos Binski (00:37:17).
No feminino, a primeira colocação dos 10k ficou Amanda Dognini (00:44:49), Niara Vieira da Rocha (00:45:22), Jaqueline Selke Peres (00:46:15), Carolina de Souza de Oliveira (00:48:14) e Danieli Fernanda Cruz Siqueira (00:48:26). Todos os resultados estão à disposição no site www.km.esp.br.
Comandante anuncia data da prova de 2019
Feliz com a realização da prova e com a participação maciça da comunidade joinvilense, o comandante do 62º BI Reinando Sotão Calderaro agradeceu a todos os participantes por abraçarem o Batalhão e aproveitou para anunciar a data da corrida de 2019. “Foi um evento memorável. Singular. Nosso muito obrigado aos patrocinadores e à equipe que idealizou e realizou a corrida. No próximo ano tem mais. A prova será no dia 13 de outubro de 2019. Esperamos ainda mais corredores para esse evento, que já se tornou uma das melhores provas da cidade”, comenta ele, que baixou em três minutos o tempo na corrida de 10k, finalizando a prova em 50 minutos.
Padre atleta
Quem também marcou presença no evento foi o sacerdote Monsenhor Bertino, que do alto dos seus 80 anos levantou cedo para participar da caminhada de 3 km – foram duas voltas em torno do Batalhão.

Padre Monsenhor Bertino mostrou que está em forma ao concluir os 3 km de caminhada (Foto: Carolina Spricigo)

– A prova foi muito boa. Pena que passou rápido. Por mim eu daria mais uma volta. O tempo chuvoso também ajudou. Não estava tão calor. A chuva também é bênção de Deus – diz ele, que ainda joga basquete duas vezes por semana e garante que o sucesso para a saúde e a longevidade é levar a vida com alegria.
Edição: Thiago Borges
Foto da Capa: Fernanda Lüttke
Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Mais em Corrida de Rua