Connect with us

JEC/Krona Futsal

Em podcast, Jackson Samurai cita JEC/Krona ao lamentar salários atrasados no Corinthians: “Clube muito sério”

Foto: Juliano Schmidt/Arquivo JEC

Ex-JEC/Krona, o ala Jackson Samurai é o entrevistado do podcast Toca e Sai, do GloboEsporte.com, nesta semana, e abriu o jogo sobre sua situação no Corinthians e outras na carreira.

O time do Parque São Jorge enfrenta uma crise financeira, que agravou com a pandemia do novo coronavírus. E o elenco está sem receber salários desde abril.

Questionado sobre o assunto, Samurai classificou como “perrengue” o que está enfrentando e lamentou os atrasos citando o Tricolor, onde, segundo ele, foi sempre tratado com muita seriedade.

– Estamos há três meses sem receber. A gente fez acordo de redução de salário de 50%. Porém, nem essa redução recebemos ainda. Pra mim foi um baque muito grande, porque em minha carreira toda eu consegui estar em clubes de grande nível e renome. E nunca tive esse tipo de problema.

“Me transferi do JEC que é um clube muito seguro, muito sério, que sempre me tratou com muita seriedade, na parte financeira e como ser humano também. E, infelizmente, estão acontecendo esses problemas, né!”

Em outro momento do bate-papo, Jackson voltou a relembrar a passagem por Joinville. Interrogado de como estava fisicamente, o ex-camisa 2 do Coelho lembrou do retorno às quadras em 2019 após as cirurgias no joelho e quadril.

Samurai comemora gol contra o Tubarão em sua última temporada no JEC – Foto: Juliano Schmidt/JEC Futsal

– A minha volta eu até acho que foi melhor do que eu esperava. Em 2017, fiz 14 gols na Liga e fomos campeão. Ano passado eu fiz 10, voltando de três cirurgias. Claro que nos frusta cair no mata-mata da Liga, mas eu, Jackson, estava satisfeito com a minha volta porque não foi fácil.

– Em 2017, do jeito que eu chutava a bola, de direta ou de esquerda, ela entrava, não tinha jeito. E a cobrança na volta ia ser muito maior porque todo mundo tinha a imagem daquele Jackson de 2017. E foi muito forte mesmo, mas o pessoal do Joinville conseguiu levar. Eu tive só duas lesão musculares antes das cirurgias, então isso ajudou muito. Foi um trabalho muito bem feito com o João Romano (preparador físico do JEC).

Jackson Samurai comemora título da Liga Nacional 2017 – Foto: Juliano Schmidt/JEC

Jackson está em Erechim (RS), onde possui casa e empreendimento, desde que as atividades foram paralisadas por conta da Covid-19. E pensa, inclusive, em deixar o Corinthians caso os débitos não sejam normalizados nas próximas semanas.

“Não pensamos em fazer contratações nesse momento”, ponderou André Siqueira, supervisor de futsal do JEC, minimizando a possibilidade de o ala voltar a vestir a camisa tricolor nesta temporada.

Samurai deixou o JEC/Krona no fim do ano passado, após três temporada, com o nome cravado na história do clube. Foi fundamental na conquista histórica da Liga Nacional, além da Taça Brasil e Campeonato Catarinense, em 2017.

Texto: Thiago Borges

1 Comment

1 Comment

  1. Ivaldo Santos

    28 de junho de 2020 at 10:25

    Bem que o JEC poderia trazer o Jackson novamente e também contratar o bateria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Mais em JEC/Krona Futsal