Connect with us

Judô

Projeto social nos bairros eleva número de praticantes e fortalece a modalidade em Joinville

Pra quem comanda um projeto, um dos melhores retornos é ver o número de envolvidos crescer. E disso o judô tem muito a se orgulhar! Até porque quando se lida com crianças e adolescentes os professores têm duas responsabilidades: ensinar as técnicas da modalidade e ajudar na formação social dessas pessoas.

Por isso, de 2017 o judô levará bons ares. O que plantaram, colheram. E a maior parte desse retorno vem dos bairros, onde são atendidas as crianças carentes.

“Crescemos muito! Eram menos de 50 crianças, e hoje atendemos quase 500 no nosso Projeto Social, em parceria com a Secretária de Esportes de Joinville”, revela o Isley Muller – um dos professores a frente do projeto.

Programa de Iniciação Desportiva desenvolvido na Escola Municipal Castello Branco (Foto: Divulgação)

E com tantos praticantes, alguns conseguem atingir um nível técnico alto para serem convocados para as competições estaduais e nacionais. Resultado que é comemorado pelos professores.

“Estamos vindo de conquistas individuais e coletivas importantes nesses últimos anos. No desempenho individual tivemos destaques em Jesc, Olesc, Joguinhos e Jasc. Por equipes, conseguimos pódio no geral da Olesc, e ficamos entre os três primeiros nos Joguinhos”, conta.

O judô em Joinville tem o projeto priorizando a base (Olesc e Joguinhos), mas não deixam de dar continuidade ao trabalho, visando os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc).

  • Ficou marcado

 Neste ano, o judô de Joinville conquistou o terceiro lugar geral nos naipes masculino e feminino da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc). Sendo que todos os atletas que competiram são dos núcleos do PID (Programa de Iniciação Desportiva) distribuídos na cidade.

“Esses resultado se dão pelo belo trabalho realizado por nossos professores: Paulo, Isley, Ricardo, Vítor, Alex, João, Roberto e Jefferson”.

Parte da equipe recebendo o troféu de campeão da Olesc, em Rio do Sul (Foto: Divulgação)

  • Continua…

O planejamento para 2018 é dar continuidade aos Projetos. “Temos consciência que só através da massificação e da oportunidade, teremos um judô forte e de qualidade”, afirma Isley. O objetivo da modalidade é atingir 700 crianças no ano que vem e 1.000 até 2020, com o projeto social.

Destaques: Nicolas Coelho Della Giustina (campeão da Olesc), Juan Victor Bispo (campeão dos Joguinhos), Guilherme Smangorzewski (campeão dos Joguinhos) e Luis Eduardo Perini Rossetim (campeão dos Jasc).

Fotos: Reprodução/Redes Sociais
Texto: Thiago Borges

Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Série C 2018

Posts recentes

Mais em Judô