Connect with us

JEC

Presidente do JEC assume a responsabilidade em fase negativa

Em meio à crise vivida pelo Joinville, o presidente Vilfred Schapitz acompanhou o zagueiro Bruno Aguiar na coletiva de despedida do jogador, ontem, na Arena. Após certo tempo, o mandatário do Tricolor refletiu um pouco sobre as últimas atitudes tomadas pela diretoria e chamou a responsabilidade sobre o momento negativo do JEC.

O comitê de futebol não é o responsável pelas contratações. O responsável sou eu. E se o time está assim, a responsabilidade é do presidente. Fui cobrado pelo conselho na segunda-feira que eu deveria dar uma porrada na mesa, mas porrada sai caro. Acabou essa época de dar porrada na mesa e mandar três quatro embora e pagar R$ 300 mil ou R$ 400 mil de rescisão. Quem está pagando? Uma porrada é R$ 150 mil. – Vilfred Schapitz

A declaração do presidente foi uma defesa ao Comitê de Futebol, pouco efetivo nesta temporada. O grupo, por exemplo, avaliou como positiva a contratação do atacante Lucas Machado, relacionado para apenas um jogo da Série C até aqui. Buscando explicar a situação, Vilfred lamentou não ter assumido o clube em 2016, logo após a saída de Nereu Martinelli.

Todo mundo sabe que o time não poderia estar onde está. Não imaginávamos que, poxa, teríamos esse acúmulo de derrotas. Houve um desânimo geral. O trabalho está tendo, não está havendo o resultado em campo. Eu não pedi pra ser presidente, mas não estou fugindo da responsabilidade. O meu erro foi não ter assumido dois anos atrás.

Entrevista vilfred

Publicado por EJ – Esporte Joinville em Sábado, 26 de maio de 2018

Texto: Gabriel Fronzi
Foto: Kaue Vezentainer/ JEC.com.br

Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Série C

PosClubePtsJVSG
12110610
2201063
3161053
4151041
5141042
6141041
7131042
813104-4
99103-5
107102-13

Notícias da Série C 2018

Mais em JEC