Connect with us

Tênis

Joinvilenses são premiados com o Troféu Gustavo Kuerten

O esporte de Joinville ocupou lugar de destaque na cerimônia de premiação da 10ª edição do Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, na noite da última segunda-feira (26), no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis.

O tenista joinvilense Pedro Boscardin Dias, do Time Guga, foi eleito o melhor atleta do ano e recebeu o prêmio das mãos do tricampeão de Roland Garros.

Fiquei super feliz em ganhar o troféu para fechar o ano com chave de ouro”, declarou.

A temporada foi mesmo especial para Boscardin. Em seus primeiros torneios do circuito mundial até 18 anos, o joinvilense ganhou três – todos organizados pela ITF (Federação Internacional de Tênis). Com apenas 15 anos, ele é o 5º melhor do mundo dos nascidos em 2003 e está em 128º lugar no ranking mundial.

Além do tenista, o árbitro joinvilense de basquete em cadeiras de rodas Marcelo da Silva Schluter ganhou o prêmio de Melhor Árbitro do Paradesporto.

A noite de gala do esporte catarinense anunciou os vencedores de 15 categorias, entre atletas, paratletas, entidades do esporte, técnicos e árbitros. Principal premiação do esporte de Santa Catarina, o Troféu Gustavo Kuerten é uma realização é da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte em parceria com o Instituto Guga Kuerten.

  • OS VENCEDORES DE 2018

– O Melhor Atleta: Pedro Boscardin Dias (tênis)
– A Melhor Atleta: Kathiê Goulart Librelato (xadrez)
– O Melhor Atleta Paradesportivo: Flávio Reitz (atletismo)
– A Melhor Atleta Paradesportiva: Camila Müller (atletismo)
– O Melhor Atleta de Futebol Profissional: Ebert Willian Amâncio, o Betão (Avaí)
– Atleta Revelação: Douglas Hernandes Mendes da Silva (atletismo)
– Atleta Revelação do Paradesporto: Isaac Lorenzo de Jesus (natação)
– Melhor Entidade Esportiva: Gaspar Black Hawks (futebol americano)
– Melhor Entidade Paradesportiva: Associação Surf sem Fronteiras (surfe adaptado)
– Melhor Técnico(a): Anderson Andres (badminton)
– Melhor Técnico(a) do Paradesporto: Alan Marttos Helbok
– Melhor Equipe Esportiva: Associação Esportiva Guaraciaba (voleibol)
– Melhor Equipe Paradesportiva: Clube de Regatas Aldo Luz (remo paralímpico)
– Melhor Árbitro(a): Maria Cristina Ferreira Santos (natação)
– Melhor Árbitro(a) do Paradesporto: Marcelo da Silva Schluter (basquetebol em cadeira de rodas)

Texto: Thiago Borges
Foto: Divulgação

Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

Mais em Tênis