Connect with us

Karatê

Jeanis Colzani será técnica da equipe feminina de karatê de Joinville

Ao final da luta em que derrotou Bianca Mafra, de Blumenau, nos Jogos Abertos, em Lages, a atleta do karatê de Joinville Jeanis Colzani abraçou o técnico Hortulano Belli e chorou.

Foram lágrimas de emoção pela conquista de mais um título nos Jogos Abertos, após dois anos, e pelo encerramento de uma vitoriosa carreira de atleta.

“Sabia que seria minha última luta e queria terminar assim, com chave de ouro”, comenta.

A partir de agora, aos 32 anos, Jeanis vai ser a técnica da equipe feminina de karatê de Joinville, função que dividirá com seu trabalho de personal trainer em uma academia de Joinville.

A atleta é natural de Rolim de Moura, Rondônia, mas desde um ano de idade mora em Joinville. Aos 12, entrou no karatê para ficar um ano e “aprender a se defender”. Vinte anos depois, Jeanis deixou seu nome na modalidade com a conquista de títulos nacionais e internacionais.

São nove títulos em 12 edições de Jogos Abertos, oito em 10 Brasileiros, um campeonato pan-americano e participações em mundiais. Em 2010 ganhou a medalha de prata no World Combat Games, em Pequim, na China, uma espécie de Olimpíadas de artes marciais.

“Até o ator Jackie Chan cantou na cerimônia de abertura”, lembra.

Jeanis considera Lucelia Ribeiro Brose como sua principal adversária ao longo da carreira. “Me tornei fã dela, aprendi muito nesse período”, comenta, citando também Valeria Kumizaki como outro grande nome da modalidade.

O técnico Hortulano Belli acompanhou a carateca na maior parte da carreira e é objetivo em apontar sua principal característica: a garra.

“É uma atleta que sempre teve muita vontade de vencer e de fazer sempre o melhor”, destaca.

Com essa garra, Jeanis superou dificuldades no início da carreira. A ajuda dos pais foi fundamental para que não desistisse.

“A minha principal medalha eu entregaria para os meus pais. O meu pai chegou a vender férias para bancar minha participação em competições”, agradece.

No balanço da carreira, Jeanis Colzani diz que só faltou um título mundial. Mas isso não tira a felicidade da menina que entrou na modalidade para ficar um ano e não parou mais de ganhar medalhas para Joinville.

Veja, no vídeo abaixo, o golpe que deu a Jeanis Colzani o ouro nos Jasc 2017.

Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

Mais em Karatê